Linha Contacto: (+351) 213 964 086



ESTALK

Comunicações, Divulgações e Conferências

image



10 MAIO 2013

"Teatralidade é estar constantemente presente", é assim que Bruno Schiappa inicia a sua ESTALK sobre "Teatralidade no Poder".

Segundo o professor da ESTAL, existem vários "teatros". Enquanto arte, e claro, enquanto contexto ligados às relações entre a sociedade e o cidadão. Do grego, teatro é o que se vê a partir de um ponto de vista e também o que nos faz pensar. Ora, assim sendo é fácil entender que este se alimenta dos acontecimentos sociais, mas será que também alimenta a própria sociedade?

Bruno Schiappa acredita que, enquanto metáfora, podemos olhar para a sociedade e ver uma estrutura teatral. Na primeira metade do séc. XX vários estudiosos da cultura e das ciências sociais e humanas cruzaram o mundo do teatro com a aplicação de estruturas e mecanismos de relação na sociedade. Assim como no teatro, a sociedade apresenta uma hierarquia definida (os papéis), entre outras semelhanças.

Desde a "sociedade espetáculo" e todos os seus rituais e cerimónias, que eram levados a cabo segundo o princípio da teatralidade, mesmo que, na maioria das vezes, tal fosse feito para que não se percebesse, até à atual difusão de informação pelos media. O espetáculo apresenta-se como "coisa" real.

Durante a realização do seu doutoramento, o ator, investigou o cruzamento dos Autos de fé e a teatralidade. Apercebendo-se que a sobreposição é grande, por exemplo a exibição dos hereges, dos culpados. O tornar todo o processo público para ser usado como exemplo para a restante população. A procissão que era ensaiada e que existia o equivalente a plateia, balcão e palco. O anúncio do evento, a música, os ensaios, a duração, qual temporada de teatro, entre outros, nada era deixado ao acaso.

Para finalizar, o Professor Bruno Schiappa informa que o uso da teatralidade no poder não é caso único. As artes de uma forma geral, como a escrita, a dança, a música foram utilizadas como forma de chegar aos cidadãos e manipulá-los através do espetáculo.